segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Menino de 3 anos morre em Pelotas, e mãe e padrasto são presos por suspeita do assassinato



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Divulgação


Um menino de três anos morreu após dar entrada na madrugada deste sábado (25) no Pronto-Socorro de Pelotas, no Sul do Rio Grande do Sul, com sinais de lesões. O padrasto e a mãe foram presos por suspeita do assassinato – ele por ter cometido agressões que, segundo a Polícia Civil, causaram a morte da criança, e ela por omissão.
O menino deu entrada no hospital na madrugada de sábado, com sinais de lesão no corpo. O Instituto-Geral de Perícias (IGP) declarou a causa da morte como violenta. Funcionários do hospital informaram à polícia que, mais cedo, a irmã gêmea da vítima também foi internada, com metade do corpo coberta por hematomas.
A mulher foi presa no sábado. O padrasto, de 22 anos, foi preso na tarde de domingo (26) às margens da BR-392 em Canguçu, na mesma região, a 55 km de Pelotas.
"Em relação à mãe, já foi decretada a prisão preventiva dela, foi cumprido o mandado, ela está presa no momento. Ela vai responder pelo crime de tortura, por omissão, porque tem o dever de garantir a segurança e preservar a integridade física dos filhos. A partir do momento em que ela viu as crianças serem agredidas e não se mostrou contrária à pratica criminosa, ela também é responsabilizada", explicou a delegada Cristiane Ulguim, responsável pelo caso.
A gêmea do menino, que já teve alta do hospital, e outros irmãos deles estão sob custódia do Conselho Tutelar. O caso foi encaminhado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). 

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário