sexta-feira, 28 de julho de 2017

Homem relata com frieza assassinato da própria esposa em PG



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RÁDIO ESPERANÇA Imagem: Diário dos Campos


O principal suspeito de assassinar Juliana Silveira Nunes, 33 anos, na madrugada desta sexta-feira (27) em Ponta Grossa, foi preso no final da manhã do mesmo dia, em Foz do Iguaçu, quando tentava cruzar a Ponte da Amizade em direção ao Paraguai. Na Delegacia, confessou o crime e descreveu o que motivou o homicídio.
“Cerca de um mês atrás a gente abriu um bar, e foi a pior coisa de nossa vida, porque eu abri para ganhar dinheiro, e ela apenas para se divertir. Tanto que eu ficava igual palhaço vendo ela beber e dançar”, disse.
A situação gerou ciúmes, e o casal teve uma conversa no final da noite de quarta para quinta-feira. Mas o diálogo teria evoluído para discussão, e acabou em agressão. Segundo seu relato, Juliana teria pegado um taco de baseball e partido para cima de Anderson, que tomou o objeto após receber um golpe e a espancou. Antes de ir embora, Anderson ainda teria enforcado Juliana com uma corda “para ter certeza de que ela não sairia gritando por socorro”.
Ouça aqui a entrevista.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário