terça-feira, 30 de maio de 2017

Mãe divorciada dá bebida para garotos de 14 anos e filma relações com eles



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: R7 Imagem: Divulgação

A britânica Beverley Tillyer, de 40 anos, foi presa em Leeds, norte da Inglaterra, acusada de ter relações sexuais com dois adolescentes de 14 anos na casa dela. Beverley foi denunciada também por fazer sexo na residência de outro garoto da mesma idade — e também o levou para a cama numa outra noite no local onde mora.
Nos três casos ela deu bebidas e drogas aos jovens. A mulher, que tem filhos e mora sozinha após se divorciar, fez mais: filmou as transas com os adolescentes.
Fazer sexo com menores, no Reino Unido, é considerado crime. Dar bebidas para jovens também é infração grave. Beverley teve seis relações com um dos garotos. Nenhum deles teve o nome divulgado. A maioria delas ocorreu na casa da mulher.
As vítimas disseram que Beverley deu bebidas e drogas durante as, como ela chamava, "festinhas" que fazia na casa dela.
Beverley foi acusada pela mãe de um dos garotos. Ela informou à polícia que o jovem passou a ter problemas de comportamento depois que se envolveu com a britânica.
Os casos ocorreram em 2008, mas só foram revelados em 2015, justamente quando a mãe de um dos adolescentes fez a denúncia.
Interrogados, os outros dois meninos confirmaram que saíram com a mulher. Disseram que foram convidados por ela para as tais "festinhas íntimas".
"Ela nos oferecia bebidas e drogas. Depois usava uma câmera pequena para nos filmar fazendo sexo", contou um adolescente que fez sexo com ela e outro amigo, também adolescente.
Além das seis vezes com o primeiro garoto, ela transou duas vezes com o segundo e uma com o terceiro.
Presa, ela acusou os garotos de terem dado bebida a ela e a violado. 'Fui estuprada por esses garotos", disse ela no dia em que foi detida.
Mas Kate Bissett, advogada da britânica, acabou mudando essa versão da história. Disse que ela sofre de "ansiedade e transtorno de personalidade".
Ela também confessou os crimes quando levada a julgamento, esta semana, na corte de Leeds.
Bisset ponderou, diante do magistrado, sem, claro, convencê-lo: "Minha cliente era e ainda é uma pessoa muito solitária. Só queria companhia e intimidade com os meninos. Passou dos limites, como ela mesma admite".
O juiz James Spencer sentenciou: "Ela queria, sim, se aproveitar dos garotos. Os adolescentes concordaram em se envolver com ela. Mas [dirigindo-se a Beverley] a única pessoa adulta ali era a senhora, que sabia das consequências do que poderia acontecer. É um comportamento grave. Por isso vou pedir a sua prisão ".
Beverley foi condenada a dois anos e meio de prisão e ficará na lista de criminosos sexuais do país por pelo menos uma década.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário