sexta-feira, 26 de maio de 2017

Esposa de Eduardo Cunha é absolvida por Sérgio Moro



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: YAHOO Imagem: Divulgação


O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, absolveu a jornalista e esposa do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Claúdia Cruz, por falta de provas de participação no crime de corrupção, e nem que tenha colaborado com condutas de ocultação e dissimulação.
De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Claúdia foi beneficiária de dinheiro lavado em contas no exterior. O valor teve origem em contrato de exploração de petróleo da Petrobras na África. Segundo os investigadores, Cunha teria recebido US$ 1,5 milhão em propina com o fechamento desse negócio.
Moro afirmou que apesar da absolvição os valores de contas no exterior serão confiscados. A jornalista é beneficiária final de uma conta baizada de Kopek e mantida no Banco Julies Baer, em Genebra, na Suíça.
Outros réus
O juiz também absolveu Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira dos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro por falta de provas. Já o ex-diretor da área internacional da Petrobras, Jorge Luiz Zelada e o operador de propinas do PMDB, João Augusto Henriques foram condenados.
Zelada já condenado e preso em outra ação penal, recebeu sentença de quatro anos e seis meses de reclusão pelo crime de corrupção, envolvendo o pagamento de US$ 1,8 milhão.
Henriques foi condenado a seis anos de reclusão pelo crime de corrupção passive e cinco anos pelo crime de lavagem de dinheiro.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário