terça-feira, 25 de abril de 2017

Polícia divulga balanço de ações dos confrontos com assaltantes do Paraguai



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: TRIBUNA POPULAR Imagem: Divulgação


A Polícia Militar divulgou um balanço das ações na tarde desta segunda-feira 24 de abril de 2017, após grande perseguição a bandidos suspeitos de participação no roubo de 40 milhões de dólares em Cidade do Leste, no Paraguai.
Houve troca de tiros com a polícia principalmente entre São Miguel do Iguaçu e Itaipulândia e três suspeitos morreram. Dois bandidos ficaram feridos. Até agora nenhum policial brasileiro se machucou na ação.
O primeiro confronto foi no Lago de Itaipu com policiais  da Polícia Federal e não houve feridos. Em seguida houve outra troca de tiros com o BPFron, onde uma viatura policial foi levada pelos bandidos.
Um terceiro confronto foi registrado com a ROTAN da 2ª Companhia de Medianeira e do 14º Batalhão, onde dois suspeitos morreram e outro foi baleado. Outro confronto ocorreu com a equipe do Choque onde o terceiro suspeito morreu.                      
Um outro suspeito ferido foi pego na rodoviária de São Miguel tentando embarcar para São Paulo com um ferimento nas costas.
Foram apreendidos dois fuzis e uma pistola, sete de explosivos e munições diversas de vários calibres, incluindo munições .50 e de fuzil 762mm.
A todo momento os bandidos roubavam carros para a fuga e os abandonavam na sequência. Foram recuperados ainda cinco veículo: uma SW4, uma F250, um Gol, um Spin e um Corolla, além da viatura da polícia que havia sido levada.
Dezenas de equipes policiais participam das ações, incluindo a Polícia Federal, Militar, Civil e PRF
Confira aqui as fotos (IMAGENS FORTES). 
MATÉRIA RELACIONADA:
Quadrilha leva US$ 40 milhões de transportadora no Paraguai.

PF roca tiros com supostos assaltantes que agiram no Paraguai.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário