quinta-feira, 27 de abril de 2017

Chuva causa destelhamentos em Mallet



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RÁDIO NAJUÁ Imagem: Marcelo Harmatiuk, Bombeiro Comunitário de Mallet, Nicholas Zub e Rádio Cultura Sul

As chuvas fortes, acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento de intensidade moderada assustaram os paranaenses na madrugada desta quarta-feira, 26. Na região, o município mais afetado foi Mallet. Até a conclusão desta reportagem, a Defesa Civil havia registrado 12 casas danificadas.

O Bombeiro Comunitário de Mallet prestou três atendimentos nas últimas horas. O primeiro caso foi de um destelhamento na Avenida Barão do Rio Branco, no centro da cidade, por volta das 4h20.
 Três horas depois, os agentes foram acionados para retirar alguns galhos e árvores que caíram e estavam obstruindo a passagem de veículos na estrada da Colônia Charqueada. O último atendimento ocorreu na tarde de hoje, 26, na rua Major Estevão, também na região central.
Segundo a Defesa Civil, foram registrados dois destelhamentos no centro e dez no bairro Eldorado. Em outros locais, a chuva também danificou telhados de residências e causou a queda de galhos nas ruas.
Porém, os próprios donos das casas providenciaram os reparos, já que os estragos eram pequenos.
A Defesa Civil distribuiu cerca de 500 metros de lona para as pessoas afetadas e providenciou a limpeza das ruas durante o dia. Conforme moradores, a chuva teve intensidade mais forte por volta das 3h45.
Município de São Mateus do Sul também foi afetado
Em São Mateus do Sul, conforme dados do Instituto Meteorológico Simepar, os ventos chegaram a 64 quilômetros por hora e a chuva acumulada foi de 17,4 milímetros. Várias árvores caíram, casas ficaram destelhadas e havia lixo espalhado pelas ruas na manhã de hoje, 26. A equipe do Corpo de Bombeiros prestou um atendimento de destelhamento na PR-151, na Vila Prohmann. Outros locais afetados foram: Vila Faty, Vila Bom Jesus e algumas comunidades do interior, que ficaram sem energia elétrica.
Outras cidades
No Estado do Paraná, as maiores rajadas de vento foram registradas em Apucarana, no Distrito de Entre Rios (em Guarapuava), Curitiba e Guaratuba, com 93,9, 83,5, 81, 3 e 79,5 quilômetros por hora, de acordo com o Simepar.
Já o maior volume de chuva acumulada foi registrado nos municípios de Capanema e Cascavel, com 75 milímetros.
Segundo informações da Rede Massa, o vendaval destruiu pelo menos cinco construções no município de Saudade do Iguaçu. De acordo com a prefeitura, dois aviários e três casas no interior do município ficaram bastante danificadas. Apesar dos estragos, não houve registro de feridos.
Em todo o Paraná, o número de unidades consumidoras sem energia elétrica chegou a 300 mil, de acordo com a Companhia Paranaense de Energia (Copel). Mais de mil eletricistas e técnicos trabalharam para restabelecer o sistema.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário