quinta-feira, 9 de março de 2017

Trabalhadores relatam sumiço de contas inativas do FGTS; Caixa explica



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: UOL Imagem: Divulgação

Alguns trabalhadores que consultaram o extrato do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) nos últimos dias relatam que contas inativas que antes apareciam agora sumiram dos canais de consulta da Caixa Econômica Federal.
É o caso da jornalista Juliana Saporito Taddone, 37. Ela afirma que na semana retrasada havia consultado seu saldo do Fundo de Garantia em três canais diferentes: no site da Caixa, no site das contas inativas e pelo aplicativo do FGTS, disponível para download em celulares.
Em todos eles, apareciam as seis empresas em que trabalhou, o valor a receber de cada uma e a soma total a que tem direito.
Na semana passada, ao refazer a consulta pelo aplicativo, pelo site das contas inativas e pelo telefone da Caixa (0800 726 2017), a informação era de que apenas uma empresa dava direito ao saque.
"Todos os canais de atendimento mostraram a mesma coisa, que meu saldo disponível é só da última empresa". Nesta quarta (8), ao consultar o aplicativo do FGTS, a mensagem foi: "não há nenhuma conta vinculada ao seu NIS".
Ao tentar esclarecer essas diferenças em uma agência, a informação do funcionário foi de que há um problema de sistema, meramente eletrônico, mas que os trabalhadores não serão prejudicados. Disse ainda que os valores serão acertados quando o trabalhador for receber na Caixa (conforme o calendário).
Dinheiro pode ter ido para sistema bancário da Caixa
Em programa transmitido pelas redes sociais para tirar dúvidas, o diretor-executivo de FGTS na Caixa Econômica Federal, Valter Nunes, disse diz que o "sumiço" do dinheiro acontece porque, na consulta inicial, o valor ainda estava na base comum do FGTS.
Agora, chegando a hora de sacá-lo, o dinheiro é transferido do sistema do FGTS para a Caixa. O site e o app acessam os dados do sistema do FGTS, e por isso o saldo não aparece, porque o dinheiro está em trânsito.
Confira outros problemas encontrados ao consultar o saldo das contas inativas:
Saldos divergentes entre site da Caixa, página das contas inativas e telefone
Ao consultar o extrato completo do FGTS no site da Caixa, os trabalhadores conseguem visualizar todas as contas das empresas, inclusive daquelas em que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Porém, ao acessar a página específica das contas inativas ou ligar para o 0800 726 2017, a informação é de que não há saldo para receber.
O que diz a Caixa: Erros cadastrais provocam essa diferença de informações. Entre essas falhas, estão:  
Erro cadastral no PIS/NIS: número de CPF incorreto; nome do beneficiário que aparece com o de solteiro, mas ele é casado; data de nascimento divergente; e nome da mãe cadastrado errado;   
Erros de informação por parte da empresa ao lançar o FGTS;     
A empresa não deu baixa no contrato de trabalho, e a conta do FGTS continua ativa. A orientação da Caixa é que o trabalhador busque uma agência com documentos pessoais e carteira de trabalho para regularizar a situação.
Conta inativa não aparece na consulta
Ao consultar o saldo do FGTS, a conta de uma empresa da qual o trabalhador pediu demissão não aparece.
O que diz a Caixa: Há algumas situações em que o saldo da conta inativa não aparece na consulta. As principais são:   
Erros de informação por parte da empresa ao lançar o FGTS;   
Quando a empresa não dá baixa no contrato de trabalho ou quando não foi feita homologação;   
Erro cadastral no PIS/NIS: número de CPF incorreto; nome do beneficiário aparece com o de solteiro, mas ele é casado; data de nascimento divergente; e nome da mãe cadastrado errado.
O trabalhador terá que regularizar a situação com a empresa ou na própria Caixa. Nos casos de falta de comunicação do empregador sobre o fim do contrato, será preciso apresentar a rescisão e/ou carteira de trabalho.
Site bloqueia o cadastro ao tentar criar senha de acesso
Trabalhadores tentam criar uma senha de acesso na página da Caixa, porém o site bloqueia o cadastro ou pede o número do Cartão Cidadão para quem ainda não tem.
O que diz a Caixa: Para ter a senha, o trabalhador precisa do número do PIS. Sem ele não é possível cadastrá-la. O número do Cartão Cidadão é o número do PIS.
Atendentes não deixam as pessoas se informar nas agências
Trabalhadores que não conseguem verificar se possuem contas inativas pelo site, aplicativo ou telefone vão até uma agência e são orientados por funcionários da Caixa a tentar a informação por um desses canais. Eles saem de lá sem atendimento.
O que diz a Caixa: O trabalhador escolhe onde deseja consultar o saldo de suas contas inativas. A Caixa oferece opções que podem ser realizadas remotamente, como o site das contas inativas ou pelo telefone 0800 726 2017. A outra opção é consultar o saldo na própria agência bancária.




OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário