quarta-feira, 15 de março de 2017

Protesto 'não muda absolutamente nada', diz relator da reforma da Previdência



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Bernardo Caram (G1)


O relator do projeto da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), afirmou nesta quarta-feira (15) que manifestações contrárias ao projeto não mudam “absolutamente nada” em seu relatório.
Nesta quarta, houve manifestações contrárias à proposta em ao menos 23 capitais e no Distrito Federal.
“A gente sabe que quem fez essa manifestação, quem está patrocinando essa manifestação são setores que historicamente foram contra a reforma da Previdência. Portanto, do ponto de vista da cabeça do relator, isso não muda absolutamente nada”, afirmou. 
O deputado disse que vai elaborar o parecer sobre a proposta com a própria “consciência” e que vai ouvir os colegas deputados.
“O que pode influenciar o meu ponto de vista são as emendas que foram apresentadas porque, aí sim, diz respeito ao pensamento dos parlamentares”, disse.
Maia defendeu o direito democrático de as pessoas se manifestarem e afirmou que é compreensível que projetos como esse gerem posições contrárias e favoráveis. Ele, porém, questionou os atos registrados até o momento.
“Eu não vi nenhuma manifestação que tivesse um relevante apoio popular”, declarou o deputado. 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
 
 
Reforma da Previdência: pensões por morte podem ficar menores do que o salário mínimo.

Temer defende idade mínima para aposentadoria como "coisa universal".

Reforma da Previdência: pensões por morte podem ficar menores do que o salário mínimo.

Trabalhadores rurais protestam contra mudanças na previdência.

Temer diz que quer ser lembrado por serviço prestado ao País.

MBL propõe renda básica de R$ 500 para brasileiros acima de 65 anos.

Professores e funcionários das escolas municipais protestam contra a reforma da previdência.

Temer diz que reforma da Previdência 'não vai tirar direito de ninguém'.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário