quinta-feira, 16 de março de 2017

Jogador do Prude fica ferido depois de assalto



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RÁDIO NAJUÁ Imagem: Divulgação


Um jogador do Prudentópolis Futebol Clube foi assaltado na noite de quarta-feira, 15, por volta das 22 h30. O atacante Raí estava no interior do estádio Municipal Newton Agibert, na rua Lecia Ucrainka, na Vila Nova, quando foi abordado por dois homens que portavam armas de fogo. Os bandidos roubaram o celular, a carteira com documentos e uma quantia de R$ 150 em dinheiro do atleta. A vítima relatou a Polícia Militar que foi agredida com chutes e uma coronhada no rosto. Após o assalto, os bandidos fugiram e não foram localizados. Os policiais realizaram patrulhamentos, mas não encontram os autores do roubo.
“Após concretizarem o roubo, eles [bandidos] teriam fugido do local tomando rumo ignorado. Em contato com a equipe policial, a vítima não soube passar características dos autores. Foram feitos alguns patrulhamentos nas redondezas, mas os marginais não foram encontrados”, afirmou o Comandante da 4ª Cia, Capitão Clever.
Conforme relato do jogador, os bandidos não utilizaram toucas ou algum outro objeto para esconder o rosto. “A princípio, segundo informações, eles não estariam encapuzados, mas ele [jogador] não conseguiu identificar a face desses elementos. Ele [atleta] relatou que estava no interior do estádio e não dentro do alojamento. Era um território que pertence ao estádio municipal. Segundo relatos da vítima, ele também foi agredido na face pelos marginais. No Boletim de Ocorrência consta que ele sofreu algumas escoriações devido aos ferimentos e agressões”, complementa o Capitão.
Raí chegou ao Prudentópolis no início de 2017 e possui 25 anos. Ele já defendeu o Guaratinguetá/SP, J.Malucelli, Icasa/CE, Gonçalense/RJ, São Cristovão/RJ e Atlético Barra/RJ.
Outros detalhes do assalto
Em matéria publicada no site da Rádio Banda B, de Curitiba, consta que o jogador ficou desacordado após ser atingido com duas coronhadas. A mesma reportagem diz que o atleta precisou ser encaminhado para um hospital para realizar exames, mas já foi liberado.
O gestor técnico do Prudentópolis, Marcelo Harassem, que é irmão do treinador Milton do Ó, contou detalhes do assalto à reportagem da Banda B. “Dois [homens] armados invadiram [o alojamento], renderam o jogador Raí e o agrediram com duas coronhadas no rosto, além de chutes. Ele ficou desacordado e os bandidos roubaram dinheiro, documento dele e o aleta foi para o hospital para fazer exames e depois na Polícia para fazer o Boletim de Ocorrência”.
O dirigente do Prude disse que os atletas ficaram apreensivos com o incidente. “Os jogadores estão muito nervosos, pois foi uma situação bem difícil e que a gente jamais esperava. Agora está tudo bem, mas todo mundo está assustado ainda”, comentou Marcelo.
Raí se mostrou indignado com o fato ocorrido e enalteceu que algo mais grave poderia ter ocorrido. “Fica um pouco de indignação pelo que aconteceu, mas não aconteceu nada de grave. Eles podiam ter feito até algo pior porque não reagi. Fiquei indignado pela situação dentro do clube”.
Próxima partida
A próxima partida do Prudentópolis no Campeonato Paranaense será no domingo, 19, às 16 h, contra o Paraná Clube, em Curitiba. Você poderá acompanhar esse jogo na Rádio Najuá AM 990 na conexão com a Banda B.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário