sábado, 25 de março de 2017

Deputado paranaense citado na Carne Fraca é eleito presidente da Comissão de Agricultura



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: TRIBUNA DO PARANÁ Imagem: Divulgação

Citado nas investigações da Operação Carne Fraca e acusado de ter feito pressão por indicação política para o Ministério da Agricultura, o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR) foi eleito na manhã desta quinta-feira (23) presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal. Embora tenha sido citado nas investigações, o deputado paranaense não é alvo da operação.
Souza anunciou que sua primeira medida no comando da Comissão de Agricultura será convocar uma audiência pública para discutir as implicações da Operação Carne Fraca. Segundo a assessoria de imprensa do deputado paranaense, o objetivo da reunião será discutir questões técnicas e comerciais.
Acusações e citações
Sérgio Souza, juntamente com o ministro da Justiça e deputado licenciado Osmar Serraglio, foi acusado na terça-feira (21) pela senadora e ex-ministra da Agricultura Kátia Abreu (PMDB-TO) de ter feito “pressão nunca antes vista” para manter Daniel Gonçalves Filho na superintendência da Agricultura no Paraná. Gonçalves Filho é apontado pela investigação da Carne Fraca como chefe do esquema de corrupção na fiscalização agropecuária.
Souza e Serraglio negam ter feito pressão. Souza ainda afirmou, em nota, que a indicação de Gonçalves Filho foi feita pela bancada do PMDB do Paraná e que a decisão final sobre nomeações coube à então ministra.
Sérgio Souza também é citado no despacho judicial que autorizou a Operação Carne Fraca, feito pelo juiz federal Marcos Josegrei da Silva. Souza aparece no despacho porque um dos alvos da investigação é um ex-assessor parlamentar do paranaense, Ronaldo Troncha.
Em nota, Sérgio Souza informou que Troncha não é mais seu assessor desde o ano passado e que os fatos investigados pela Carne Fraca não se referem ao período em que ele trabalhou em seu gabinete.
Indicação do PMDB
A Câmara instala nesta quinta-feira suas 25 comissões permanentes. Os nomes dos comandantes de cada uma são indicados pelos partidos. No caso da Comissão da Agricultura, a indicação cabia ao PMDB. O colegiado que será comandado por Sérgio Souza é composto por 48 deputados.
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Polícia Federal deflagra operação de combate a venda ilegal de carnes.

Frigoríficos investigados vendiam carne vencida no Brasil e no exterior.

Madero teve hambúrgueres tomados; rede foi pressionada a entrar em esquema.

Frigoríficos utilizavam vitamina C para mascarar carne estragada, diz PF.

Esquema ilegal em frigoríficos ajudava campanhas do PMDB e PP.

Grampo da PF revela diálogo do ministro da Justiça com “líder de organização criminosa”.

Operação da PF em frigoríficos coloca carne brasileira sob suspeita.

PF prende ao menos 20 funcionários públicos envolvidos na 'Carne Fraca'.

Chef Junior Durski do Madero se diz orgulhoso de denunciar extorsão à polícia.

Empresas investigadas na Carne Fraca doaram R$ 393 milhões a políticos em 2014.

Tony Ramos se pronuncia sobre ação da PF contra venda ilegal de carne.

Produtos usados pelos frigoríficos na carne estragada fazem mal à saúde?

Veja quais são as 32 empresas alvos da Operação Carne Fraca.

“Carne Fraca é a nova Lava Jato”, diz fiscal que denunciou esquema de venda de carne adulterada.
Carne bovina comida por Temer em rodízio é importada.

UE exige que Brasil suspenda exportação de empresas envolvidas em fraude na Operação Carne Fraca.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário