sábado, 4 de março de 2017

Adolescente de 14 anos é investigado por envolvimento na morte de tenente; ele seria um dos assaltantes



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BANDA B Imagem: Antonio Nascimento (Banda B)


O autor do disparo e um dos homens que deu carona para os assaltantes morreram em confronto na manhã desta sexta-feira (3). O segundo suspeito que estava no carro foi preso durante a operação. Resta para a polícia definir quem era a quarta pessoa envolvida no assalto que terminou na morte do tenente Fábio Alessandre, no último dia 22, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Em entrevista à Banda B, na tarde desta sexta-feira (3), o delegado Cassiano Aufíero, responsável pelo caso, falou que a suspeita é de que o segundo assaltante era um adolescente de apenas 14 anos.
“Foi feito um pedido de condução coercitiva deste adolescente, para que ele fosse levado a depor. Com ele, durante a operação, foram encontradas 300 gramas de maconha. Ele pode ser o quarto participante do crime, que teria ido praticar o assalto. Estamos trabalhando com cautela nisso, para termos certeza e tomar as medidas cabíbeis”, explicou o delegado.
Dois mortos e um preso
Durante a operação desta manhã, com a presença de policiais civis e militares, morreu um suspeito de nome Diego, em Araucária, que seria o autor do disparo contra o tenente. “Com ele foi localizado um revólver calibre 38, que pode ter sido usado para matar o tenente”, descreveu Aufíero. Também morreu em confronto, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), um homem de nome Pablo, que era carona no carro usado para fuga pelos marginais. “Ele disparou um revólver calibre 32 e morreu em confronto também”, concluiu.
Por fim, um terceiro suspeito, que era o motorista do carro e seria traficante na região da CIC, acabou detido. “O que realmente falta agora é definir quem era a quarta pessoa, com a possibilidade de ser o adolescente de 14 anos”, concluiu Aufiero.
Investigações
O delegado também falou sobre as investigações do caso. “Devemos salientar a importância dos moradores da região terem nos trazido imagens de câmeras de segurança, que nos levaram a identificação dos suspeitos. A família que testemunhou reconheceu os envolvidos”, explicou.
Além da identificação, outro detalhe nas imagens chamou a atenção. “Um dos suspeitos estava falando ao telefone e rastreamos o número, o que nos levou até a residência na CIC. Os mandados foram expedidos e hoje realizamos a operação com êxito”, concluiu.
“Questão de honra”
Presente na coletiva, o coronel Willian Kotinski, do 17° Batalhão da Polícia Militar, disse que esclarecer o caso era uma questão de honra. “A morte do Alexandre foi cruel e brutal, e o tenente era um excelente policial, combatendo as situações delituosas. Devemos salientar o exemplo desta força tarefa, das Polícia Civil e Militar, para que agora eles não matem mais nenhum trabalhador”, relatou.
O suspeito preso foi identificado como Wilian Carvalho dos Santos, de 30 anos.
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Tenente da PM é morto em assalto na frente do filho.

Polícia divulga retrato-falado de suspeito de matar policial que brincava com os filhos.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário