segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Quarto árbitro contradiz federação sobre Atletiba: equipe do Youtube 'não é a detentora do campeonato'



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: ESPN Imagem: Divulgação


Em conversa com representantes de Atlético-PR e Coritiba no gramado da Arena da Baixada, no último domingo, o quarto árbitro, Rafael Traci, afirmou que o clássico não aconteceria porque a equipe da transmissão via Youtube "não é a detentora do campeonato", conforme revelou o portal Banda B.
Por sinal, foi uma câmera da transmissão oficial quem flagrou a conversa.
A decisão para não realizar o Atletiba partiu do "presidente Hélio Cury", de acordo com Rafael Traci, citando o mandatário da Federação Paranaense de Futebol (FPF).
Atlético e Coritiba não assinaram com a Rede Globo o acordo para a transmissão de seus jogos no estadual por discordarem do valor oferecido: R$ 1 milhão para cada um.
"O pessoal não pode transmitir porque não é a detentora do campeonato. É isso que a gente recebeu de informação. Se continuarem eles dentro do campo, nós não podemos ter essa partida", explicou o quarto árbitro.
Tal declaração contradiz a versão oficial da federação, de que o clássico não aconteceria por causa do não-credenciamento de pessoas dentro do campo.
A troca de acusações de Atlético-PR e Coritiba contra a FPF se arrastou durante tarde e noite de domingo, culminando no cancelamento do clássico.
Sem acordo com a Rede Globo, os maiores rivais ousaram e fariam história no Brasil ao anunciar a transmissão do clássico através do Youtube.
Por enquanto, não há uma nova data para o jogo.
MATÉRIAS RELACIONADAS:
A bola não rolou no Atletiba.

Presidente da FPF dá sua versão sobre o cancelamento do jogo.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário