sábado, 25 de fevereiro de 2017

Ônibus em PG vai a R$ 3,70 a partir de domingo



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: A REDE Imagem: Divulgação


A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa informa que acatou a sugestão do Conselho Municipal de Transporte (CMT) para o repasse da variação de custos da passagem do transporte coletivo municipal. A nova tarifa deve vigorar a partir da zero hora de domingo, dia 26, e será de R$ 3,70. O valor ficou abaixo dos índices levantados pela Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT).
O repasse dos valores foi analisado pelo CMT, com notório saber técnico, formado por entidades representantes da sociedade como a Ordem dos Advogados do Brasil, Câmara dos Dirigentes Lojistas, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa, Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Concessionárias do Serviço de Transporte Coletivo de Passageiros, Associação dos Usuários do Transporte Coletivo de Ponta Grossa, Sindicato das Empresas de Transporte de Carga, União das Associações de Moradores, Viação Campos Gerais, Associação dos Engenheiros e Arquitetos, Autarquia Municipal de Trânsito e Secretaria de Planejamento, auferiu os dados apresentados na planilha pela concessionária e aprovou os números apresentados. Porém, por unanimidade chegou ao valor de uma nova tarifa de R$ 3,70. Foram realizadas duas reuniões do Conselho e o valor aprovado, foi abaixo do proposto para o repasse que era de R$3,76.
A planilha apresentada pela AMTT é composta por 38 índices que impactam sobre a passagem, com custos fixos e variáveis, que incluem desde despesa com colaboradores ao uso de insumos. O reajuste dos funcionários foi um dos índices com maior impacto no valor da tarifa, já que englobou duas datas bases. Nesse aspecto, o vale alimentação teve um aumento de 149% e o seguro dos veículos em 21%.
Outro aspecto importante se deve às gratuidades geradas e descontos de estudantes. No período avaliado foram 4.294.112 usuários gratuitos, com uma média de 357.843 usuários/mês. Esses números representam 14,54% do custo da passagem. Além disso, no total, entre janeiro de 2015 e janeiro de 2016, a empresa transportou 2.294.362 usuários/mês. Já no período sequente, de janeiro de 2016 a janeiro de 2017, foram 2.190.655 passageiros/mês. Um decréscimo de 103.707 passagens.
Por outro lado, a quilometragem, com novas linhas e horários, aumentou em 18.500 quilômetros, passando de 1.307.521 quilômetros em 2015 para 1.326.012 quilômetros no ano passado.  Isso significa mais ônibus em circulação, de acordo com a AMTT. A Autarquia também indica que 43% dos passageiros usam vale-transporte, 34% pagam em dinheiro, 14% são gratuidades e 9% são passagens de estudantes.
A empresa concessionária também comprou 28 novos ônibus para renovação da frota e outros quatro veículos para ampliação. Importante ressaltar que toda a frota está adaptada para receber portadores de necessidades especiais desde dezembro de 2016.  O investimento total foi de R$ 8,6 milhões.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário