sábado, 25 de fevereiro de 2017

Caminhoneiro é preso por estuprar três filhos, o enteado e agredir a mulher



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: GAZETA ON LINE Imagem: Divulgação


Cinco vítimas de crimes bárbaros na mesma casa. Essa é a história de uma família de Cariacica. O vilão, um caminhoneiro de 48 anos, é acusado de estuprar três filhos, o enteado e ainda bater na mulher.
De acordo com o delegado Lorenzo Pazolini, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), todas as crianças da casa foram abusadas pelo caminhoneiro.
Desde a menina de 2 anos, passando pelos meninos de 7 e 9 anos, e chegando ao que mais sofreu. O enteado do caminhoneiro, hoje com 14 anos, mas que foi violentado desde o 9.
Além disso, a mulher dele, uma autônoma de 34 anos, afirmou que era frequentemente agredida durante os 10 anos de relacionamento que teve com o acusado. Inclusive, "foi em uma dessas surras que a casa do caminhoneiro começou a cair", como afirma Pazolini.
“Em setembro do ano passado ele foi preso após os vizinhos chamarem a polícia, de tanto que a mulher gritava dentro de casa. Tentou fugir, mas acabou pego”, afirmou o delegado.
Ao ver o padrasto na cadeia, o enteado tomou coragem e contou à mãe o que acontecia, que conversou com os outros filhos e descobriu os abusos a todos.
“Ela veio à delegacia e iniciamos as investigações. O acusado ainda estava preso na época. O chamamos para prestar depoimento e negou as acusações”, relatou o Pazolini.
Ao delegado, as crianças contaram todas as barbáries que passaram nas mãos do caminhoneiro. Além de viverem quase sob um cárcere privado, proibidos de terem contato com amigos ou parentes, ainda tinham que aguentar os abusos.
“Ele obrigava as crianças a assistirem filmes pornôs com ele, as fotografava nuas e abusava. Os exames feitos no corpo do enteado confirmaram os abusos. Com os mais novos a situação era mais de toque”, disse Pazolini.
Mesmo com o acusado preso, a mulher relatou que recebia ameaças, via parentes do caminhoneiro. Como cumpria pena somente pela agressão a ela, no início do mês ele saiu da cadeia.
Imediatamente foi atrás da família, em Cariacica, para se vingar. Porém, com medo, eles haviam se mudado para a Serra. O caminhoneiro descobriu o endereço e foi atrás das vítimas, ameaçando a todos.
A autônoma retornou à DPCA e pediu ajuda. Na manhã desta quinta-feira (23), a polícia, com um mandado de prisão preventiva, conseguiu acabar com o sofrimento da mãe e dos quatro filhos.
O caminhoneiro foi pego, escondido na casa de familiares. Ele vai responder na Justiça por quatro estupros de vulnerável, armazenar fotos dos menores nus e os expor a pornografia. A pena pode chegar a 75 anos de prisão.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário