terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Mãe é presa acusada de matar a filha de 01 ano carbonizada



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: PLANTÃO POLICIAL Imagem: Divulgação

Na noite da última quinta-feira (26) um bebê de apenas um ano e sete meses morreu após a casa em que ele estava ser incendiada, no bairro de Periperi em Salvador. De acordo com a Polícia Militar, a companheira da mãe da criança ateou fogo no imóvel após uma briga entre as duas. Segundo informações, o fogo se espalhou, atingiu toda a casa e acabou matando o bebê que estava em um dos quartos. O Corpo de Bombeiros foi acionado até o imóvel localizado na rua Divinéia e conseguiu apagar o fogo. O corpo da criança foi recolhido e encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). A acusada identificada como Ana Cristina Menezes Lima de 48 anos foi apresentada pela Polícia Civil à imprensa na manhã desta última sexta-feira (27) e estava com o rosto e o corpo repleto de escoriações devido a tentativa de linchamento de vizinhos. A mulher relatou que não sabia que a criança estava em casa no momento em que colocou fogo no imóvel. Para a delegada Pilly Dantas, titular da 3ª Delegacia de Homicídios que acompanha o caso, não há dúvidas de que o crime foi intencional. A mãe do bebê identificada como Maraísa dos Santos Rosário de 31 anos disse que o crime foi motivado por uma briga entre o casal, que estava junto há 07 anos, e que a discussão iniciou por causa de ciúmes. Maraísa conta que estava na casa de seu pai com o filho no colo quando sua companheira chegou ao local, arrancou o bebê de seus braços e logo após correu até sua casa, que é próxima da casa do sogro, onde trancou a criança e cometeu o crime. Ainda segundo a polícia, a acusada já responde por outro homicídio que foi cometido contra uma mulher em 2009 onde passou 04 anos presa além de responder processo por tráfico de drogas. Ana Cristina tem 14 filhos que moram com a mãe dela e Maraísa tem outros 05 filhos.




OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário