quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Loalwa Braz, do Kaoma, é achada morta em carro incendiado, diz polícia



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Divulgação e Antonio Carlos (Futura Press/Estadão)


A cantora Loalwa Braz Vieira, ícone da lambada e famosa pelo hit "Chorando se foi", foi assassinada em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio. O corpo dela foi encontrado em um carro incendiado na manhã desta quinta-feira (19) e levado para o IML de Araruama. Segundo a polícia, homens invadiram a pousada de Loalwa, a colocaram no veículo e levaram para a Estrada da Barreira, no Distrito de Bacaxá. A cantora tinha 63 anos e vivia na pousada.
A polícia diz que pelo menos dois criminosos entraram no imóvel nesta madrugada. Funcionários chegaram a relatar que eram quatro invasores. A cantora gritou por socorro, e um funcionário pediu a outro para chamar a polícia. Os dois já prestaram depoimento.
Além do carro, uma parte da pousada também foi queimada.
No momento do crime, não havia hóspedes no local. A perícia encontrou ainda um botijão de gás dentro do veículo onde estava o corpo de Loalwa. Nenhum suspeito foi identificado e ainda não são conhecidos os motivos do crime. O caso é investigado pela 124ª Delegacia de Polícia.
De acordo com o comandante dos Bombeiros, Leonardo Couri, a equipe foi chamada por volta de 3h40 da madrugada desta quinta para combater um incêndio no  imóvel da cantora. O fogo consumiu o sótão.
O comandante afirma que, enquanto a equipe trabalhava na casa, um novo chamado foi feito. "Era para conter as chamas que consumiam um carro. Dentro do automóvel, a equipe identificou que havia um corpo carbonizado e a perícia foi acionada. Foi tudo muito rápido", afirmou Leonardo Couri.
Segundo o comando do 25º BPM, está sendo dado todo o apoio necessário ao trabalho da Polícia Civil para que os suspeitos sejam identificados e localizados.
Em seu último post no Facebook, feito às 9h43 de quarta (18), a cantora falou sobre o amor ao compartilhar um vídeo de um casamento. Logo após a notícia da morte de Loalwa, diversos fãs e amigos prestaram solidariedade nos comentários da publicação.
Sucessos da lambada
Loalwa nasceu no Rio de Janeiro e iniciou a carreira aos 13 anos. Cresceu em meio à música, tendo o pai chefe de uma orquestra popular e a mãe pianista clássica. A artista ficou conhecida como a voz da lambada, ritmo que se consagrou nos anos 80. Vocalista do grupo Kaoma, Loalwa alcançou o topo das paradas musicais com "Chorando se foi", que foi levada a 116 países ao longo de duas décadas. Ela permaneceu no grupo de 1989 a 1999. Um dos discos mais famosos foi "Worldbeat" (1989), que, além de "Chorando se foi", trazia a faixa "Dançando lambada".
A cantora teve mais de 25 milhões de discos vendidos e mais de 80 discos de ouro e de platina.
Seu talento garantiu reconhecimento dos maiores da MPB, como Gilberto Gil, Tim Maia, Alcione, Maria Bethania, Emílio Santiago, Gal Costa e Caetano Veloso. Esses cantores chegaram a gravar canções com Loalwa entre 1975 e 1985, ano em que ela passou a morar em Paris, logo após o show "Brésil en Fête", no Palais des Sports.
A cantora se apresentou em templos, como Paradis Latin, Méridien (Paris) e Madison Square Garden. A artista era membro da Academia Francesa de Artes, Ciência e Letras, pela qual foi condecorada com a medalha de prata (Prix Throlet).
Em uma das últimas aparições na TV, Loalwa participou do quadro Ding Dong do "Domingão do Faustão", em maio de 2016;

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário