quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Piloto da Lamia tinha ordem de prisão decretada na Bolívia



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: ESPN Imagem: Divulgação

O piloto boliviano Miguel Quiroga, que comandava o avião da companhia aérea Lamia, que caiu na última terça-feira em viagem que levaria a delegação da Chapecoense à Colômbia, matando 71 pessoas, estava sendo processado na Bolívia e tinha ordem de prisão decretada por ter deixado a Força Aérea.
"O capitão Quiroga, que era o piloto do avião que se acidentou, estava sendo julgado pela Força Aérea Boliviana, inclusive tinha um mandado de prisão contra ele", afirmou nesta segunda-feira o ministro da Defesa, Reymi Ferreira, segundo a agência "ABI".
De acordo com o ministro, Quiroga e outros quatro militares que deixaram a Força Aérea estão sendo processados por essa razão, mas conseguiram evitar a prisão apresentando recursos à Justiça.
"Eles receberam uma formação profissional, um investimento do governo, e, de repente, no meio de cumprir com o acordo de devolver esses conhecimentos e habilidades à Força Aérea e ao governo, preferem renunciar", explicou Ferreira.
De acordo com o ministro, os pilotos militares assumem o compromisso de não saírem da Força Aérea até cumprir os anos de serviço estipulados. Apenas casos excepcionais permitem a baixa. No de Quiroga, porém, não havia justificativa para a saída.
Ferreira disse que a formação de um piloto da Força Aérea da Bolívia custa aos cofres públicos cerca de US$ 100 mil.
MATÉRIAS RELACIONADAS: 
Avião que transportava delegação da Chapecoense sofre acidente na Colômbia.
 
"Aeronave reportou falhas elétricas", diz comunicado do aeroporto da Colômbia.


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Controladora de voo que conversou com piloto antes do avião da Chape cair faz desabafo.

Anac revela que a companhia aérea LaMia teve quatro voos negados no Brasil.

LaMia fez quatro voos no limite da capacidade nos últimos seis meses.

Sem receber vaias nem aplausos, Temer não faz pronunciamento durante velório.

Chapecoense será declarada campeã da Sul-Americana e receberá 2 milhões de dólares.

Anjo? Pai diz que filho é herói e explica sumiço após garoto salvar atletas.

Chape é declarada campeã e garante ao menos US$ 4,8 mi em premiações.

Lamia emite nota uma semana após tragédia: “Buscamos o bem-estar dos afetados”.

Com trauma no pulmão, Neto não apresenta evolução e está em estado muito crítico.

Chapecoense pagou por parada técnica, diz TV.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário