sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Mulher diz ter encontrado bala de revólver em frango comprado no supermercado



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: VÍRGULA Imagem: Divulgação


Em história que viralizou no Facebook, a brasiliense Carla Damião, 29 anos, contou ter encontrado uma bala de revólver dentro de uma bandeja de frango comprada no supermercado Pão de Açúcar, no bairro no bairro Paraíso, em São Paulo (SP), onde mora.
“Acabo de abrir uma embalagem de frango SEARA e tinha uma BALA DE REVÓLVER dentro do frango! Eu tô em choque e fui aconselhada a ir à polícia. O frango foi comprado resfriado hoje no Pão de Açúcar do bairro Paraíso e consta que o lote de produção foi 06/12 e a validade seria 16/12″, disse.
“Exijo uma resposta e um ressarcimento por parte da Seara Alimentos. Não apenas eu, mas TODOS os consumidores, queremos saber como uma BALA DE REVÓLVER DISPARADA foi parar dentro de um frango com todas as restrições de higiene e segurança que vocês dizem fazer! Eu quero que essa BALA seja investigada e exijo saber a auditoria disso! Isso implica higiene, sim, mas além de tudo isso implica SEGURANÇA”, contou.
Carla disse que a bala estava escondida dentro da carne. “Estava dentro da carne imperceptível. Só achei porque ia moer o frango no triturador para fazer nuggets. Eu poderia ter feito o frango grelhado e engolir! Aguardo uma posição da empresa antes de entrar com um processo e fazer um B.O”, disse.
A Seara se pronunciou. “Carla, nos desculpamos pelo ocorrido. Já passamos os seus dados para o nosso SAC com urgência, tudo bem? Iremos entrar em contato com você o mais breve possível”, escreveram em um comentário no Facebook.
No Reclame Aqui, Carla Damião disse que a Seara ligou para ela e pediu para ir retirar uma amostra do produto. “Me ligou querendo vir retirar a amostra (PROVA CRIMINAL) e me dar em troca degustações de produtos, só rindo! Como eu não aceitei, querem enviar um técnico para tirar fotos, mas não me deram qualquer resposta ou ressarcimento moral pelo ABSURDO, nem para mim nem pra nenhum dos mais de MIL consumidores que estão sabendo da história e aguardam uma posição da SEARA sobre como uma BALA DE REVÓLVER foi disparada dentro de uma fábrica!”, afirmou.
“Eles não acham absurdo o que aconteceu, não estão interessados em saber como uma bala foi parar no frango e estão cagando para nós, consumidores, e para mim que passei por isso! Se eu quiser reclamar mais, segundo eles, preciso processá-los E É EXATAMENTE O QUE VOU FAZER DEPOIS DE DESTRUIR A IMAGEM DA MARCA DE TODAS AS FORMAS POSSÍVEIS. Isso é Brasil. NUNCA MAIS COMPRO PRODUTOS SEARA”, completou.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário