sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Moro determina que Eduardo Cunha seja transferido da PF para presídio



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Giuliano Gomes (PR Press)

A Justiça Federal do Paraná (JF-PR) determinou, nesta sexta-feira (16), que o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja transferido da sede da Polícia Federal (PF) de Curitiba, onde está preso desde outubro, para o Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana da capital paranaense.
Procurada, a defesa de Cunha disse que não vai se manifestar.
Cunha foi preso em 19 de outubro, na Operação Lava Jato, na qual é réu por, segundo o MPF, ter recebido propinas em um contrato de Petrobras.
Na mesma decisão, o juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato em primeira instância, rejeitou os pedidos de transferência de o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho (Léo Pinheiro) e do ex-tesoureiro do PP João Claudio Genu.
A solicitação foi feita pela PF na segunda-feira (12) e justificada pela lotação da carceragem.
A defesa de Cunha pediu a permanência do deputado cassado na sede da PF, entre os argumentos, eles alegaram que a ação penal em que Cunha é réu está em "pleno desenvolvimento", com depoimento marcado para 7 de fevereiro, e a mudança atrapalharia a rotina de reuniões entre cliente e defensores na PF.
No despacho, Moro esclarece que o espaço da carceragem da PF é limitado e destina-se a local de passagem, com algumas exceções. Ainda segundo o juiz, as condições da carceragem do Complexo Médico Penal, uma penitenciária estadual de regime fechado e com finalidades médicas, são consideradas boas, "talvez melhores do que a da própria carceragem da Polícia Federal".
"A transferência, portanto, não é sanção, mas visa atender exclusivamente uma necessidade de abrir espaço na carceragem da Polícia Federal e a de evitar superlotação prejudicial aos presos", diz a decisão.
Moro não determina a data da transferência do deputado afastado, mas recomenda que não prejudique o direito de visita.
Ainda de acordo com o despacho, Léo Pinheiro permanece na carceragem por conta de deslocamentos para audiências na Justiça e oitivas em inquéritos. Já João Claudio Genu fica na PF por estar em discussão para eventual acordo de colaboração premiada.
MATÉRIAS RELACIOANDAS: 
Patrimônio de esposa de Cunha cresceu 150% em seis anos, aponta Receita Federal. 
Temer e Cunha se reuniram secretamente no Palácio do Jaburu. 
Por contas na Suíça, Cunha se torna réu no STF pela 2ª vez.

Sessão para cassar Cunha é suspensa por falta de quórum.

Câmara cassa mandato de Eduardo Cunha por 450 votos a 10.

Cunha responsabiliza governo Temer pela perda do mandato na Câmara.

Eduardo Cunha deixa pistas que levam ao homem-forte do governo Temer. Elas serão seguidas?

Cunha reage e diz que Renan também pode ser alvo de 'tempestade'.

Eduardo Cunha é xingado e agredido por mulher em aeroporto do Rio.

STF libera para Moro ação contra Cunha sobre contas na Suíça.

Moro recebe ação penal do STF, e Cunha vira réu da Lava Jato no PR.

Eduardo Cunha é preso em Brasília por decisão de Sérgio Moro.

Eduardo Cunha chega a Curitiba e é levado à sede da Polícia Federal.

Eduardo Cunha diz que prisão é 'absurda' e 'sem nenhuma motivação'.

Moro bloqueia carros de luxo de mulher e de filha de Cunha.

Correta ou injustificada? Prisão de Cunha é vista com desconfiança por juristas.

Marmita e banho de sol separado; saiba a rotina de Cunha na cela em Curitiba.

Eduardo Cunha chama Temer e Lula como testemunhas de defesa.

Moro aceita presidente Michel Temer como testemunha de Cunha.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário