sábado, 10 de dezembro de 2016

Confira suposta troca de e-mails entre a CBF e o Vitória no caso Victor Ramos



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Divulgação

A polêmica sobre a possível escalação irregular de Victor Ramos pelo Vitória ganhou um novo capitulo. Uma troca de e-mails entre o clube baiano e o diretor de Registro e Transferência da CBF, Reynaldo Buzzoni, indica que a entidade teria orientado o Vitória a adotar procedimentos internacionais para a inscrição do jogador e contradizem as alegações do Vitória e do próprio Buzzoni de que a transferência foi nacional.
As mensagens, datadas de 29 de fevereiro, foram divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo e obtidas pelo GloboEsporte.com junto a fontes do Internacional. Os e-mails foram anexados pelo clube gaúcho na documentação enviada ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na tentativa de reabrir o processo que investigou o possível registro irregular do jogador do Vitória.

Nos e-mails, Buzzoni teria orientado o Vitória a seguir os trâmites de transferências internacionais para registrar o jogador, que pertence ao Monterrey, do México, e estava emprestado ao Palmeiras antes de transferir para o Barradão, em fevereiro deste ano.
– Primeiro, o Palmeiras e o clube mexicano deve (sic) dar uma conclusão ao TMS #106697, sobre o empréstimo do atleta ao Palmeiras. Após isso, será necessário o retorno do empréstimo para o México e um novo pedido de empréstimo para o Vitória. Mesmo para um clube do mesmo país, é necessário o retorno do ITC para o México para depois gerar um novo empréstimo para o clube brasileiro – diz a mensagem enviado por Buzzoni ao representante do Vitória.
Procurado pela reportagem do GloboEsporte.com, o Vitória afirmou que não vai se pronunciar sobre o caso. A assessoria de imprensa da CBF informou que Buzzoni também não vai se manifestar até que o STJD se pronuncie sobre o pedido do Inter para reabrir o processo iniciado pelo Bahia sobre a suposta escalação irregular de Victor Ramos.
Em entrevista recente ao GloboEsporte.com, o diretor de registro e transferência da CBF disse que não há irregularidade no registro de Victor Ramos. Buzzoni reconheceu que o procedimento não foi o correto, mas afirma a irregularidade existiria se tivesse falta do ITC (o certificado internacional de transferência), o que não aconteceu, já que se tratou de uma transferência nacional, do Palmeiras para o Vitória.
O Vitória, por sua vez, diz que não há "fato novo" no caso de Victor Ramos. O clube baiano alega que a transferência de Victor Ramos foi nacional e cumpriu todos os requisitos. Segundo o  vice-presidente rubro-negro, Manoel Matos, o clube baiano tem ainda documento da Fifa garantindo a regularidade do jogador. 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Inter vê brecha para acionar tapetão por atleta irregular do Vitória.

Inter ingressa no STJD por inscrição irregular de jogador do Vitória.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário