domingo, 11 de dezembro de 2016

CBF denuncia Inter ao Ministério Público por falsificação de documento no 'caso Victor Ramos'



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: ESPN Imagem: Divulgação

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) encaminhou nesta sexta-feira ao STJD, solicitando a expedição de ofício ao Ministério Público do Rio de Janeiro, uma denúncia por suposta falsificação de documento do "Caso Victor Ramos" por parte do Internacional.
Confira o texto:
Tendo em vista a matéria veiculada pela imprensa relacionada ao registro do atleta Victor Ramos, do Esporte Clube Vitória, a Confederação Brasileira de Futebol esclarece que arguiu hoje, no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a falsidade de e-mails atribuídos ao Sr. Reynaldo Buzzoni, Diretor de Registro e Transferência da entidade.
Tal documentação, apresentada e juntada aos autos do processo pelo Sport Club Internacional, teve sua autenticidade impugnada por ser desprovida de fé, conforme procedimento hoje protocolado no STJD
Vitório Piffero, presidente do clube gaúcho, afirmou que quer uma investigação "ampla e completa" sobre o caso.
Já vice-presidente jurídico do Internacional, Giovani Gazen, garantiu, em entrevista à rádio Gaúcha, que todos documentos apresentados no processo são "autênticos e idôneos".
"Todos os nossos documentos são autênticos e idôneos. Fizemos uma pesquisa em vários países com mais de 500 páginas", disse Gazen. "O acusador deverá provar a falsidade dos e-mails", concluiu.
Entenda o caso:
O Internacional denunciou o Vitória no Superior Tribunal de Justiça Desportiva pedindo a reabertura de investigação sobre a suposta inscrição irregular do defensor contratado por empréstimo pelo Vitória ao Monterrey-MEX nesta temporada. Os cartolas colorados pediam a retirada dos pontos do clube nos 26 jogos em que ele atuou.
No processo, eles acusavam a CBF de ter distorcido carta e induzido a Fifa em resposta a consulta e o Vitória de "dolo e má fé para burlar regulamento".
Na última quinta-feira, o procurador do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Glauber Guadelupe, decidiu pelo arquivamento do caso, "entendendo não haver elementos suficientes para comprovação de violação as regras disciplinares nacionais". 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Inter vê brecha para acionar tapetão por atleta irregular do Vitória.

Inter ingressa no STJD por inscrição irregular de jogador do Vitória.

Confira suposta troca de e-mails entre a CBF e o Vitória no caso Victor Ramos.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário