quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Follmann corre risco de ter segunda perna amputada, diz médico



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: UOL Imagem: Divulgação


O goleiro reserva da Chapecoense Jackson Follmann, que teve a perna direita amputada, ainda corre o risco de também ter que passar pelo mesmo procedimento cirúrgico na esquerda. Quem afirma é o médico Guillermo Leon Molina, do Hospital San Vicente Fundação Rionegro, na Colômbia.
"Jackson está estável, na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e sob cuidados médicos. Ele precisou passar por uma cirurgia nesta manhã, um procedimento no qual teve sua perna direita amputada. Agora, no entanto, ainda precisamos esperar por 48 horas após o acidente para ter um diagnóstico mais completo sobre a situação", disse Molina em uma breve conversa com o UOL Esporte.
Quando perguntado sobre a possibilidade de Follmann precisar amputar a perna esquerda, o médico explicou. "Existe a possibilidade, sim. Ainda não podemos dizer qual é a chance disso acontecer, se é de 40% ou 50%, mas ele ainda corre esse risco", acrescentou. 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Avião que transportava delegação da Chapecoense sofre acidente na Colômbia.

"Aeronave reportou falhas elétricas", diz comunicado do aeroporto da Colômbia.

Conmebol cancela final da Sul-Americana após acidente com avião da Chape.

Técnicos e jogadores com passagens pelo trio de ferro estavam no avião da Chapecoense.

Clubes vão ceder atletas e pedem 3 anos sem rebaixamento para Chapecoense.

Confira a lista de passageiros de acidente com voo da Chapeconse que matou 75 pessoas.

Diretor de hospital divulga estado de 3 feridos em acidente da Chapecoense.

Polícia colombiana divulga imagens do local em que caiu avião da Chapecoense.

ANAC divulga nota explicando negativa a voo fretado para a Chapecoense.

Curitibano lança ideia incrível para ajudar Chapecoense e congestiona o site do clube.

Jogadores da Chapecoense resgatados após queda de avião estão em estado grave; goleiro teve perna amputada.

Por que Mário Sérgio quase não embarcou em voo trágico da Chapecoense.

Veja porque o goleiro da Chape não viajou.

Palmeiras pede para usar camisa da Chape na última rodada do Brasileirão.

Autoridades encerram buscas em avião da Chapecoense e confirmam 72 mortos e cinco sobreviventes.

Alan Ruschel não corre mais risco de ficar tetraplégico.

Atacante do Atlético Nacional diz que time viajou no mesmo avião: ‘Várias vezes paramos para abastecer’.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário