quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Dentista que teve lábio leporino oferece atendimento gratuito a crianças com a má formação



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: TRIBUNA DO CEARÁ Imagem: Divulgação


O que te levou a escolher a sua profissão? O que motivou o dentista George Adão Santos Farias foi a vontade de ajudar pessoas que passam pelas mesmas dificuldades que enfrentou, juntamente com a sua família, quando criança. Ele foi diagnosticado com lábio leporino e fez todo o seu tratamento no serviço público de saúde. Atualmente, aos 23 anos de idade, ele exerce a profissão de dentista e dedica um dia da semana ao trabalho voluntário.
Natural de Tamboril, montou seu consultório na mesma cidade, onde trabalha como dentista há 4 anos. Segundo o profissional, se não tratada, a fissura labial pode acarretar em muitos problemas de saúde.
“Desde problemas de origem psicológica e social, a problemas na região maxilofacial como comunicações buco-nasais, problemas na oclusão e mastigação, problemas respiratórios e alterações na fala com dificuldade de comunicação”, exemplifica.
Uma criança diagnosticada com fissuras lábio leporino necessita de um cuidado diferenciado e integral em saúde bucal para ficar apta a realizar a cirurgia corretiva. Esse atendimento é ofertado pelo serviço público de saúde, mas muitas vezes não possui estrutura para atender a demanda. Para facilitar o atendimento a essas crianças, há um ano o dentista George Adão realiza uma ação social voluntária.
Riscos
A criança com lábio leporino já nasce com a má formação, adquirida durante o desenvolvimento gestacional.  O tratamento consiste na adequação da saúde dos dentes com acompanhamento integral  por um dentista. Em seguida é realizado tratamento ortodôntico de realinhamento dos dentes para ser possibilitado o tratamento cirúrgico corretivo.
A cirurgia para correção não é realizada no consultório, e sim em ambiente hospitalar com uma equipe de cirurgiões bucomaxilofaciais. Após o fechamento cirúrgico de todas as fissuras, um novo tratamento ortodôntico é necessário para a finalização do caso.
“Tudo isso demanda muito engajamento dos pais e uma equipe multidisciplinar de profissionais, sendo tudo lento e muitas vezes impossibilitado no serviço público de saúde”, lamenta o profissional. Além da dificuldade do tratamento, outro desafio enfrentado é o preconceito.
Talvez esse seja um dos fatores mais graves e que contribuem com as doenças psicológicas. Crianças são vítimas de bullying no convívio social, principalmente em ambiente escolar, pelo defeito estético e pela alteração na fala, tornando difícil a comunicação com outras pessoas”, explica o dentista. Ele se inspirou em realizar o trabalho voluntário após atender um paciente de 10 anos de idade, angustiado por ainda não ter conseguido realizar a cirurgia no serviço público.
“Foi o que nos motivou a dar início a esse projeto. O Gustavo, que reside em Tamboril, já está com todas as fases de tratamento pré-cirúrgicas concluídas (adequação do meio oral e tratamento ortodôntico). Conseguimos marcar a cirurgia dele com a equipe de residência em cirurgia bucomaxilofacial do Hospital Batista em Fortaleza, sob a chefia do Dr. Abrahao Carvalho”, relembra.  
Serviço voluntário
George Adão afirma que realizar um trabalho voluntário contribui para a melhoria da saúde da população e é também uma forma de tornar seu trabalho reconhecido pela sociedade. Entretanto, cita a falta de comprometimento de alguns pais com o tratamento do filhos, o que poderia ser resolvido com uma conversa sobre conscientização.
“É inteiramente possível associar o serviço voluntário a sua rotina de atendimento sem interferir no trabalho remunerado, para isso é necessário apenas um planejamento cuidadoso do tempo disponível”, argumenta.
Os pacientes necessitados e com dificuldade de encontrar atendimento em qualquer fase do tratamento no serviço público (adequação da saúde dentária, tratamento ortodôntico, e tratamento cirúrgico corretivo) podem entrar em contato com o consultório, localizado na cidade de Tamboril, no endereço: Rua Travessa Floriano Peixoto, 46, 1º andar, Centro, ou nos números (88) 9 9299-8286 e (88) 9 9458-1364.
Após relatar o problema, será marcada uma consulta inicial para avaliação do caso e início do tratamento. Pacientes de qualquer cidade, se assim acharem oportuno, podem procurar por esse serviço.
“A sensação é de felicidade em conseguir realizar meu sonho de ser dentista e poder ajudar pacientes com esses problemas. A melhor recompensa é o sorriso de felicidade e gratidão que estampam o rosto de cada um deles”, festeja.
Serviço
Consultório Doutor George Adão
Local: Rua Travessa Floriano Peixoto, 46, 1º andar, Centro. Tamboril, Ceará.
Contato: (88) 9 9299-8286 e (88) 9 9458-1364.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário