terça-feira, 29 de novembro de 2016

ANAC divulga nota explicando negativa a voo fretado para a Chapecoense



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: ESPORTE INTERATIVO Imagem: Divulgação


A Chapecoense e a Lamia, empresa boliviana que operou o voo que tragicamente se acidentou na madrugada desta terça-feira (29), em Medellín, tiveram negada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a autorização para fazer um voo direto entre o Brasil e a Colômbia. Segundo a ANAC, a negativa se deu por conta do Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAer) e da Convenção de Chicago.
De acordo com as normas, um voo direto entre Brasil e Colômbia poderia ser feito por uma empresa brasileira e/ou colombiana, mas não pela Lamia, que é da Bolívia, país cujo acordo com o Brasil não prevê serviços desse tipo.
Confira a nota da ANAC na íntegra:
Brasília, 29 de novembro de 2016 – A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informa que a empresa boliviana Lamia Corporation solicitou autorização de voo à ANAC para o transporte do time de futebol Chapecoense que faria um torneio na Colômbia. O voo partiria do Brasil para a Colômbia, na segunda-feira, 29/11, segundo a solicitação. O pedido foi negado com base no Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAer) e na Convenção de Chicago, que trata dos acordos de serviços aéreos entre os países. O acordo com a Bolívia, país originário da companhia aérea Lamia, não prevê operações como a solicitada.
Complementando a negativa do pedido, a ANAC informou ao solicitante do voo que o transporte poderia ser realizado por empresa aérea brasileira e/ou colombiana, conforme a escolha do contratante do serviço, nos termos dos acordos internacionais em vigor.
A ANAC se solidariza com os familiares das vítimas do acidente ocorrido nesta madrugada, 29/11, com o time da Chapecoense, nas proximidades de Medellín, na Colômbia. 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Avião que transportava delegação da Chapecoense sofre acidente na Colômbia.

"Aeronave reportou falhas elétricas", diz comunicado do aeroporto da Colômbia.

Conmebol cancela final da Sul-Americana após acidente com avião da Chape.

Técnicos e jogadores com passagens pelo trio de ferro estavam no avião da Chapecoense.

Clubes vão ceder atletas e pedem 3 anos sem rebaixamento para Chapecoense.

Confira a lista de passageiros de acidente com voo da Chapeconse que matou 75 pessoas.

Diretor de hospital divulga estado de 3 feridos em acidente da Chapecoense.

Polícia colombiana divulga imagens do local em que caiu avião da Chapecoense.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário