sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Polícia Civil de Guarapuava prende autores de quádruplo homicídio em Turvo



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BLOG DO ELÓI Imagem: Divulgação


Seção de Homicídios da 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava, desvendou o quádruplo homicídio ocorrido na localidade de Baú, área rural do município de Turvo/PR e prendeu quatro envolvidos.
Após quase 60 dias de intensas diligências, os investigadores da seção de homicídios da 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava, localizaram e prenderam o mentor e os executores do hediondo crime que chocou a população do município de Turvo/PR no final do mês de junho do corrente ano.
No domingo 26/06/2016, quatro pessoas da mesma família foram brutalmente assassinadas a facadas e tiros em uma propriedade rural, sendo eles Sebastião Fernandes Barreto (60), Josefa Lopes Stempniak (66), João Stempniak Filho (47) e Odete Aparecida Moraes (40). Os autores ainda arrastaram as vítimas Josefa e Odete para dentro da casa (sede) da fazenda e atearam fogo na casa. Os corpos de Sebastião, Odete e Josefa foram localizados apenas na tarde do dia 27/06/2016 e o corpo de João foi localizado no dia 28/06/2016 em meio a um matagal.
Os investigadores identificaram J.O (33) ex-genro da vítima Josefa e ex-convivente também da neta de Josefa - como sendo o mentor e mandante do crime, cujo indivíduo foi preso em cumprimento ao mandado de prisão expedido em seu desfavor em decorrência dessa investigação e ao ser interrogado pela autoridade policial, confessou ter contratado outros 03 (três) criminosos A.F. (23), R.J.J.M. (18) e R.A.M.O (22) pelo valor de cinco mil reais para fazer o "serviço". (salientamos que temos por orientação preservar a identidade dos envolvidos, divulgando apenas as iniciais de seus respectivos nomes)
A motivação foi o fato de Josefa ser contra o relacionamento de J.O. com sua neta adolescente. Diante disso, J.O. planejou o crime e orientou aos três executores que eles teriam que matar as vítimas Sebastião e Josefa e depois atear fogo na propriedade com a seguinte recomendação: "não deixar rastro". Desse modo o alvo principal era apenas o casal de idosos, mas infelizmente havia outro casal que acabou igualmente sendo vítima.
Os autores foram presos no município de Inácio Martins e encaminhados à Cadeia Pública de Guarapuava onde permanecem à disposição do Judiciário.
A Seção de Homicídios da 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava agradece a todos os envolvidos no apoio dessa investigação (PCPR + PMPR dos municípios de Turvo, Irati, Inácio Martins e Guarapuava) sem os quais certamente teria sido muito mais trabalhoso. Juntos somos mais fortes.
Através dessa divulgação procuramos trazer um pequeno alento aos corações enlutados dos familiares das vítimas e uma rápida resposta à população paranaense.
 
OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário