terça-feira, 26 de julho de 2016

Acerto de contas em PG termina dois mortos



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: A REDE Imagem: Cristiano Barbosa


Duas pessoas morreram entre o fim da noite de segunda (25) e a madrugada de terça-feira (26) na região de Uvaranas, em Ponta Grossa. Um adolescente de 14 anos e o tio, de idade ainda não revelada, foram surpreendidos por três homens e uma mulher em um Fiat Siena de cor preta em frente a uma clínica odontológica na Avenida Eusébio de Queiroz.
De acordo com informações de testemunhas, os dois estavam próximos a um ponto de ônibus quando o veículo encostou, por volta de 23 horas. A Polícia Militar relatou ao menos 10 disparos de arma de fogo no boletim de ocorrência. O adolescente teria pulado o muro da empresa odontológica para pedir ajuda ao segurança, enquanto o tio fugiu a pé – os dois acabaram baleados. Os criminosos fugiram em direção ao Centro.
Uma equipe do Siate foi acionada para prestar atendimento ao adolescente. A equipe de socorristas chegou a atender a vítima com vida, mas o garoto morreu dentro da ambulância. Médicos estiveram no local e constataram a morte. O corpo foi levado à sede do Instituto Médico-Legal (IML) pela própria equipe do Siate.
O segundo baleado foi encontrado cerca de duas horas depois – perto de 1h – em um matagal na Rua Duarte da Costa, próximo ao cruzamento com a Avenida Eusébio de Queiroz (onde ocorreu o crime). O corpo foi recolhido pelo IML e encaminhado até a unidade para exames de necropsia.
As vítimas ainda não foram identificadas, mas testemunhas disseram que o adolescente de 14 anos era Gabriel dos Santos – o tio ainda não teve a identidade revelada.
Acerto de contas
Segundo informações colhidas no local, junto à testemunhas ouvidas pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar, os autores dos disparos seriam de Curitiba. Eles se deslocaram até Ponta Grossa para um ‘acerto de contas’ com o homem mais velho, que teria matado o sogro de um dos envolvidos na capital paranaense e fugido para os Campos Gerais. O sobrinho, de 14 anos, acabou morto por estar junto no momento da abordagem.
A Polícia Civil, no entanto, ainda não confirmou as informações. Investigadores abriram um inquérito para apurar os fatos.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário