segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Bill Gates nega ação contra Petrobras e pede desculpas a Dilma em NY



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: FOLHA DE S. PAULO Imagem: Adriana Spaca (Photo Press/Folhapress)

Durante reunião com a presidente Dilma Rousseff neste domingo (27), em Nova York, o fundador da Microsoft, Bill Gates, lamentou o mal entendido e pediu desculpas pelo "constrangimento" causado ao governo brasileiro pelos boatos de que a Fundação Bill & Melinda Gates estava processando a Petrobras.
A informação —negada por Gates— de que a fundação do homem mais rico do mundo (segundo a revista Forbes) teria aberto processo contra a Petrobras para recuperar perdas com ações da estatal após o escândalo de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. foi divulgada por agências de notícias no Brasil e publicada por vários meios de comunicação, entre eles a Folha.
Foi também noticiada por veículos de informação internacionais, entre eles as emissoras de TV CNN (Estados Unidos) e BBC (Reino Unido).
Nesta sexta (25), porém, a fundação divulgou uma nota em sua página oficial para dizer que a ação judicial não foi movida pela empresa.
"Ao contrário do que alguns veículos de comunicação reportaram, a Gates Foundation não está processando a Petrobras. A ação judicial se refere a investimentos feitos por um gerente externo que investe em favor de terceiros que inclui ativos que mantém as atividades da fundação. O gerente externo e os ativos são completamente separados da Gates Foundation", diz a nota.
A presidente e o fundador da Microsoft ficaram reunidos por cerca de uma hora no hotel em que Dilma está hospedada em Nova York e trataram, entre outros temas, de parcerias na África em projetos para a agricultura familiar.
A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, explicou os setores de parceria na África discutidos entre Dilma e Gates: "A Fundação (Bill e Melinda Gates) já tem um trabalho na África com desnutrição e vacinas para crianças e o Brasil também tem uma ação nos países africanos. Falamos em como somar esforços".Após o encontro, o Bill Gates deixou o Plaza Athenee segurando o mascote mascote paralímpico Tom, que ganhou de presente. Atrás dele, sua mulher, Melinda, levava o mascote olímpico Vinicius.
Neste domingo, a presidente anunciou uma meta ousada para conter as mudanças no clima –reduzir 43% das emissões de gases estufa até 2030–, durante discurso na conferência das Nações Unidas para a agenda de desenvolvimento pós-2015.
Dilma também discursou no encontro de líderes globais sobre igualdade de gênero e empoderamento das mulheres e participou de um almoço de trabalho para tratar das mudanças climáticas promovido pelos presidentes da França, François Hollande, do Peru, Ollanta Humala, e pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário