terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Três pessoas foram presas pela Polícia Ambiental de Guarapuava



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Rede Sul de Noticias Imagem: Rede Sul de Noticias

Três pessoas foram presas pela Polícia Ambiental de Guarapuava  por  corte de árvores nativas, porte ilegal de armas. Uma serraria irregular foi localizada pelos policiais. A operação foi desencadeada no distrito de Guará nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro junto com a Polícia Militar, com apoio do Escritório Regional do  IAP (Instituto Ambiental do Paraná). A polícia apreendeu  três armas e 28 munições de diversos calibres.
A operação foi motivada por constantes denúncias de corte ilegal de árvores de espécies protegidas, como o pinheiro Araucária, imbuias e xaxins, a destruição da vegetação nativa com a realização de queimadas para limpeza de áreas, além de outros crimes como ameaças e porte ilegal de arma de fogo.
De acordo com a Polícia Ambiental, diversas áreas foram vistoriadas no mesmo momento em que ouras equipes realizavam bloqueios em estradas rurais, abordando pessoas e efetuando buscas em veículos que por ali transitavam.
Durante as vistorias às propriedades e serrarias da região, as equipes apreenderam ainda um trator, três metros cúbicos de pinheiro araucária, 524 palanques de imbuia, 59 mourões, além da constatação do corte de outras 125 árvores de araucária, 168 imbuias, 100 xaxins, aproximadamente 40 hectares de áreas desmatadas, 700 metros quadrados de estradas abertas sem autorização, e a falta de licença de operação em uma serraria.
As ocorrências foram encaminhadas ao Ministério Público para as medidas criminais, sendo lavradas a autuações ambientais pelo técnico do Instituto Ambiental do Paraná.
A operação deve seguir pelos próximos dias, quando serão vistoriadas ainda outras propriedades rurais daquela região.



OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário