sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Mulher encontrou bebê em saco plástico



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Jéssica Pimentel (G1) Imagem: Darlei Antonio

A tarde desta sexta-feira (28) vai ficar para sempre na memória da empregada doméstica Alexandra Almeida Silva, que encontrou um bebê de poucas horas de vida, enrolado em um saco plástico, quando chegava para trabalhar em uma casa no bairro da Roseira, em Jundiaí (SP). Ela explica que achou estranho ver o embrulho ao lado do portão e quando abriu, encontrou o recém-nascido. “Meu coração quase saiu para fora, não imaginava que era uma criança. Foi desesperador. Por um momento achei que ele estava morto”, conta a mulher de 38 anos, que também é mãe de dois filhos.
Em entrevista ao G1, Alexandra, que já perdeu um filho recém-nascido, conta que ficou emocionada ao salvar a criança. "Eu já perdi um filho e é a maior dor do mundo. Preciso ter a certeza de que esse bebê vai se salvar e ter uma bela vida pela frente”, comenta.
Enquanto esperava pelo resgate do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e da Polícia Militar, Alexandra resolveu recolher o bebê e tirar a coberta que estava molhada pela chuva. Ela conta que o patrão também estava na casa e que ele disse que não ouviu nenhum barulho diferente. “Nós achamos muito estranho porque não tinha nenhuma pessoa diferente na rua. Percebemos que a criança estava se mexendo e se aconchegou no meu colo. Foi uma das melhores sensações, pois pude ajudar a salvar uma vida”, conta emocionada.
O bebê foi levado para o Hospital Universitário. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o estado de saúde dele é estável e requer cuidados. Ainda não se sabe quando ele receberá alta médica.
Agora, Alexandra não vê a hora de visitar o novo amigo. “Quero sair do trabalho e ir com meu esposo visitá-lo".
O resgate
O recém-nascido foi encontrado no quintal de uma casa na avenida João Batista Spiandorello, no bairro da Roseira. De acordo com informações da Polícia Militar, o bebê estava em uma sacola preta, sujo de sangue e com o cordão umbilical.
Segundo a cabo Maria Santana da PM, a criança, que é um menino, estava toda molhada e pesava por volta de 1,6 kg. Tem a pele morena clara e cabelo preto. É aparentemente saudável. A ocorrência de abandono de incapaz foi registrada pela Polícia Militar no 3º DP da cidade.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário