terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Gleisi Hoffman fala de sua indicação de Prudentópolis nos programas: Crack é Possível Vencer e Mais Médicos



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Edilson Kernicki (Rádio Najuá) Imagem: Élio Kohut (Intervalo da Noticias/Rádio Najuá)

Prudentópolis é um dos três municípios selecionados pelo Ministério da Saúde para acolher o programa de enfrentamento às drogas chamado “Crack: é possível vencer”. Através da iniciativa, o governo federal destina recursos para capacitar profissionais de diversas áreas a fim de realizar o tratamento de saúde e atenção a usuários de drogas.
Durante o evento que celebrou os 34 anos de fundação do PT, em Curitiba, no sábado (22), a senadora Gleisi Hoffmann, comentou à reportagem da Najuá que considera este como um dos mais importantes programas do governo federal. “É um programa complexo. Ele demora a ter resultados práticos porque tem que agregar o governo federal, o governo do estado e os municípios, e dentro de cada ente, ele tem que agregar à saúde, à educação, à segurança e à assistência social. Porque o crack atinge as famílias em todas as áreas”, enfatizou.
Ela destacou sua alegria com a chegada do programa ao município. Além de Prudentópolis, Laranjeiras do Sul e Apucarana também foram credenciados para serem beneficiados pelo programa. Conforme a senadora, isto significa que esses municípios conseguiram organizar um comitê gestor e vão a partir de agora receber os recursos para ter leitos, para poder se cadastrar num Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), ter as casas de apoio e também os equipamentos de segurança. “Isso tudo vai melhorar e ajudar muito as famílias que têm o problema das drogas”, avaliou.
Lançado em 2011, o programa “Crack: é possível vencer” se organiza em torno de uma ação multidisciplinar que trabalha a segurança, o combate e prevenção às drogas. Somente em 2014, o governo federal pretende aplicar R$ 4 bilhões para auxiliar no tratamento e enfrentamento ao crack e outras drogas.
Mais Médicos
A senadora também comentou a inclusão de Prudentópolis no programa Mais Médicos. Através da Portaria 27, publicada em 11 de novembro de 2013, pelo Ministério da Saúde, 146 municípios paranaenses foram incluídos na terceira etapa do programa, entre eles, Prudentópolis, Irati e Imbituva. Cada um receberá dois profissionais.
Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, e Inácio Martins terão à disposição um médico cada um. Dentre os municípios que compõem a Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcespar), apenas Mallet ficou de fora desta etapa.
Outras cidades da região também receberão médicos através do programa: Carambeí, Piraí do Sul, Ponta Grossa e Pitanga terão dois médicos do programa; já Ipiranga, União da Vitória, Porto Vitória e Bituruna acolherão um médico cada.
Para Gleisi, este é mais um programa de sucesso da gestão da presidenta Dilma.
“Levar profissionais médicos onde precisa. Vamos ter 13 mil médicos até abril, distribuídos no Brasil e no Paraná mais de 700. Fico muito feliz que Prudentópolis já conte com profissionais desses”, finalizou.
Confira a entrevista com Gleisi Hoffman ao repórter Élio Kohut:

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário