terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Criança de 9 anos deficiente é levada a hospital com suspeita de abuso sexual



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: João Carlos Frigério (Bem Paraná) Imagem: Bem Paraná


Uma mãe, deficiente visual, fez uma denúncia grave na madrugada desta terça-feira (25). De acordo com ela, sua filha de 9 anos teria sido estuprada por um adolescente de 15 anos em uma escola para deficientes visuais. A menina de 9 anos além da deficiente visual também sofre de uma deficiência mental.
A mãe relatou que a filha foi levada até o banheiro da escola e o adolescente que também tem um déficit visual teria abusado dela realizando sexo anal e vaginal. Ele ainda teria ejaculado na menina.
No momento da chegada da mãe a menina estava na secretaria da escola chorando. Com ajuda de uma psicóloga ela conseguiu relatar o que aconteceu. O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira e de acordo com a mãe, ninguém do colégio chamou a polícia. Eles teriam apenas chamado o pai do adolescente e liberado o mesmo antes que a família da criança chegasse o que revoltou a família.
Ainda de acordo com a mãe, o colégio não teria prestado nenhum apoio a ela que passou a noite e madrugada em hospitais e no IML para realizar os exames de conjunção carnal na criança.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário