quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Pluviômetros serão cedidos para Defesa Civil de Irati



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Edilson Kernicki (Rádio Najuá) Imagem: Divulgação

Em breve, o município de Irati deverá contar com dois pluviômetros na área urbana (um no Pátio de Máquinas e um na região das Canisianas) e outros dois no interior: em Guamirim e em Gonçalves Júnior. Os instrumentos serão cedidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais – Cemaden.
Na sexta-feira (1), a coordenadoria da Defesa Civil estará em União da Vitória para observar como se usam as réguas que medem a altura da água dos rios em suas margens. Esse instrumento, aliado ao pluviômetro, dará mais precisão aos alertas de alagamento.
Conforme o Comandante do Corpo de Bombeiros de Irati, Capitão Elcio Meira, a intenção é reforçar a prevenção para que, quando houver chuva, existam condições de dar uma resposta cada vez mais efetiva, para que as pessoas não venham a sofrer.
Emergências
Em caso de destelhamentos e alagamentos, por exemplo, o comandante do Corpo de Bombeiros recomenda acionar o telefone de emergência – 193 – para agilizar a retirada das pessoas em situação de risco e a comunicação da Coordenadoria da Defesa Civil. A partir daí é mobilizada toda a estrutura para dar suporte aos desalojados e desabrigados. Meira também explicou que a prioridade do Corpo de Bombeiros é retirar as pessoas dos locais de risco. Quanto a móveis e objetos pessoais, além de não haver material, a ação não seria de competência atribuída ao Corpo de Bombeiros. Havendo a possibilidade, esses móveis são retirados com o apoio de equipes da Secretaria de Obras e do Parque de Máquinas. No entanto, a prioridade é retirar as pessoas das áreas de risco para evitar contaminação com a água e afogamentos.
Árvores que correm risco de cair sobre uma casa, quando o perigo é iminente, são abatidas pelo Corpo de Bombeiros após uma vistoria. Nesses casos, a solicitação pode ser realizada através do telefone 193. Se não houver o risco iminente da queda, a poda ou abate é realizado pela Prefeitura, obedecendo a um agendamento prévio.
Na quarta-feira, 30, uma ouvinte participou do quadro “Hora do Povão” do Meio Dia em Notícias”, e questionou o que pode ser feito em relação a bueiros entupidos na Alameda Virgílio Moreira, que têm causado transbordamentos na região. A coordenadora da Defesa Civil de Irati, Rozenilda Romaniw Bárbara, disse que o engenheiro Fernando Saboia, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Ponta Grossa, já foi oficiado para providenciar a recuperação do bueiro. A coordenadora da Defesa Civil ainda informou que a Sanepar foi acionada para que erga as tubulações de rede de esgoto que passam paralelas às pontes do Rio das Antas.
Áreas de risco
Rozenilda explica que o plano de contingência, por enquanto, não prevê a retirada da população ribeirinhas das áreas de risco. No entanto, paralelamente, a Defesa Civil pleiteou recursos junto ao Instituto das Águas para a dragagem de 12,8 km que envolvem as três bacias hidrográficas de Irati. O Nhapindazal, região frequentemente atingida pelos alagamentos, não está incluso nesses recursos. A dragagem desses mananciais (Rio das Antas, do Meio e na região da Lagoa e do Planalto) está sendo licenciada pela prefeitura junto ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP).
A Defesa Civil fotografou os rios após inundações e observou uma série de árvores caídas dentro do rio e outras que então penduradas em barrancos, prestes a cair pelo efeito da erosão. No momento, o órgão aguarda liberação do IAP para a remoção dessas árvores.
Nesse período de emergência, foi encaminhado para a Defesa Civil Nacional um projeto de recuperação de 22 pontes e bueiros afetados pelas chuvas. O município deverá ser contemplado com recursos da ordem de R$ 2,433 milhões para a substituição de pontes de madeira por de concreto, mais resistentes a intempéries e mais duráveis.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário