domingo, 28 de julho de 2013

Som alto causa morte de dona de lanchonete em Prudentópolis



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Radio Najuá Imagem: Policia Militar e Divulgação

Um pedido para abaixar o som de um carro motivou a morte de uma moradora de Prudentópolis. Proprietária de uma lanchonete, Mari Luci Alves, de 43 anos, foi atropelada em frente ao estabelecimento. Ela teve o corpo arrastado por aproximadamente 70 m. O acidente ocorreu na madrugada deste domingo, 28.
Segundo informações da Polícia Militar de Prudentópolis, Mari teria solicitado para que três veículos abaixassem o volume do som que estaria perturbando a tranquilidade dos clientes. Dois carros deixaram o local, mas o motorista de um Corsa começou a realizar manobras no estacionamento. Em seguida, Mari foi atingida pelo veículo. Ela teve morte instantânea. Os dois ocupantes do carro fugiram.
Cerca de três horas depois, a PM localizou os suspeitos no bairro Vila Nova. Um jovem, de 25 anos, conduzia o veículo no momento do atropelamento. João Gilberto Fernandes, 25 anos e sua namorada, Franciele de Fátima Kruppa Raymundo de 21 anos, foram presos e encaminhados, junto com veículo a Delegacia de Prudentópolis.
Na sequência entrevistas com a Policia Militar e com delegado para mais informações sobre caso.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário