quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

EMPREGADOS MATAM PATRÃO E ALEGAM ASSÉDIO DO PATRÃO

O assassinato aconteceu nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (29). Vizinhos ouviram os gritos de socorro e chamaram a polícia. Uma equipe foi até o local, na Rua Euclides da Cunha Ribas, Conjunto Atuba em Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Eles se depararam com o dono da residência morto e a empregada dele, juntamente com um irmão menor de idade, saindo com algumas sacolas. O pintor Waldecir Gomes Machado, 42 anos, apresentava vários golpes de arma branca na região do pescoço. A casa estava revirada e havia muito sangue. A empregada Josiane Ferreira Cortez, 21, e o irmão dela, de apenas 16 anos, foram apreendidos e interrogados pelos policiais. Jusiane não quis comentar nada, mas o garoto, que estava com uma das mãos bastante ferida, alegou que Machado costumava assediar a moça há algum tempo. Ele teria dito aos policiais que não estava suportando os supostos abusos contra a irmã e então resolveu atacar Machado com um facão. O Siate foi acionado para atender o rapaz, que sangrava muito. Depois de apurar mais dados no local, a PM encaminhou Josiane e o irmão até a Delegacia de Pinhais, para prestar esclarecimentos.
Outra versão
Os vizinhos de Machado não acreditam na hipótese de tentativa de abuso. “Ele era uma pessoa boa, nunca faria isso, eles queria era roubá-lo, por isso vieram tão cedo”, disse Simone Cavalheiro, que mora no mesmo terreno que Machado. Além de trabalhar como pintor, ele trazia mercadoria do Paraguai para vender na capital. Alguns destes artefatos estavam com a dupla.

By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Jadson André (Radio banda B) Imagem: Antonio Nascimento (Radio Banda B)

Nenhum comentário:

Postar um comentário