segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

FILHO MENTE PARA MÃE QUE FOI SEQUESTRADO PARA PEGAR DINHEIRO E COMPRAR DROGAS

Policiais do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), com o apoio de investigadores da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), prenderam, no sábado (28), três suspeitos de forjar uma extorsão mediante sequestro. Washington do Valle Ferreira de Almeida, conhecido como “Cris”, 19 anos, Joel da Silva Palhares, 18, e um adolescente de 17, foram presos no centro de Curitiba. A polícia descobriu que a vítima é mãe de Washington, suspeito de forjar seu próprio sequestro, e que o dinheiro do resgate seria usado para comprar drogas. O suspeito era usuário de crack e há algum tempo a mãe começou a receber telefonemas de traficantes exigindo uma quantia em dinheiro para libertar seu filho. Ela procurou a Denarc, relatou o caso, e foi encaminhada para o Tigre, unidade da Polícia Civil especializada em investigar sequestros. No início das investigações, a polícia apurou que Washington, a suposta vítima, contava com inúmeras internações e recaídas pela dependência química. Ele estaria devendo para traficantes, o que teria motivado o sequestro. As ligações feitas para mãe eram sempre com um tom ameaçador, dizendo que caso a dívida não fosse paga, seu filho pagaria com a vida. A exigência dos falsos sequestradores era a entrega do valor solicitado em uma praça no centro de Curitiba. Policiais do Tigre estudaram o local e posicionaram uma equipe em pontos estratégicos para acompanhar a ação e identificar os suspeitos. Marcado o horário, os investigadores identificaram os três rapazes, que foram pegos no momento em que pegariam o dinheiro. Na sede do Tigre, veio a surpresa: o sequestrado estava extorquindo a mãe. Washington alegou que inventou seu próprio sequestro junto com outros dois comparsas para comprar drogas. Os suspeitos foram encaminhados ao Centro de Triagem II, em Piraquara, e o adolescente à Delegacia do Adolescente (DA), de Curitiba. Todos vão responder pelo crime de extorsão, podendo a pena chegar até 10 anos de reclusão.

By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Radio Banda B 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário