quinta-feira, 24 de novembro de 2011

MAIS UM ESCÂNDALO DA CÂMARA DE VEREADORES DE PONTA GROSSA


Depois do sorteio de pinga e de camarote em baile funk, com a utilização do celular da Câmara Municipal de Ponta Grossa, o setor da Saúde, agora, é o responsável pela indignação de internautas do Facebook. Através da rede social, o vereador Pascoal Adura (PMDB) orienta usuária a procurá-lo na unidade de saúde do Santa Paula para obter ‘exame médico de piscina’. Por telefone, o parlamentar negou que tenha sido ele o autor da mensagem e creditou a culpa a sua assessoria. A mensagem diz o seguinte: “Oi, Dr. Como faço p fazer exame p ‘picina’? Onde vou?? Preciso urgente.... Obrigadooo!!!”. Na resposta, dada pela rede social do vereador, consta a seguinte orientação: “Me procure no postinho da Santa Paula pela manhã, amiga, abraço...”. A troca de mensagens rendeu repercussão momentânea na rede social. Dezenas de mensagens de protesto foram postadas.
Por telefone, o vereador Pascoal Adura garantiu que não faz atestado médico para utilização de piscina na unidade de saúde do Santa Paula. “A unidade de saúde é para ser buscada por pessoas doentes, que necessitam de atendimento médico. Não forneço atestado para piscina no postinho. Desconheço que isso esteja escrito por mim, na internet”, dispara. Ele disse, ainda, que somente realiza exame médico em clube particular em que presta serviço. “Quem quer utilizar piscina, procura o médico do próprio clube em que é sócio. Unidade de saúde não é lugar disso”, ratifica. Pascoal afirmou, ainda, que a postagem que orientou a ida à unidade de saúde do Santa Paula foi efetuada pela sua assessoria. “Não autorizei que escrevessem esse recado. Me surpreende saber disso. Não quero me fazer de vítima. Eu assumo minhas ações, mas esse recado foi postado sem minha autorização, não é de meu conhecimento”. O secretário municipal de Saúde, Edson Alves, avalia como não sendo irregular o procedimento. “Se o usuário do Sistema Único de Saúde precisa de um atestado, seja qual for a utilização, pode buscar a unidade de saúde”.
Caso Jurupinga
Na semana passada, o DC já noticiou a utilização de celular da Câmara Municipal de Ponta Grossa para o sorteio de camarote para baile funk, acompanhado de um litro de ‘Jurupinga’. A promoção, que estava sendo feita pelo Facebook, era de autoria do vereador George Luiz de Oliveira. Na ocasião, o parlamentar também afirmou que a postagem não teria sido feita por ele, mas pelo filho de 16 anos. Nenhum procedimento investigativo foi aberto pelo corregedor da Câmara, o vereador Pascoal Adura. De acordo com ele, o caso somente será avaliado caso algum parlamentar apresente a queixa por escrito.
By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Luciana Almeida (Diário dos Campos) Foto: Diario dos Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário