sábado, 15 de outubro de 2011

GREVE DOS BANCARIOS PODE ACABAR NA TERÇA


No segundo dia de negociações, os bancários e as principais instituições financeiras conseguiram chegar a um acordo de reajuste salarial de 9% e a greve, que já dura 18 dias, pode terminar. Agora, os bancários vão levar a proposta para votar o fim da greve em assembleias na segunda-feira. Se aprovada, voltam ao trabalho na terça.
Ambos os lados cederam, mas conseguiram garantir um reajuste salarial de mais de 1% acima da inflação, diferentemente dos trabalhadores dos Correios, que terminaram a greve, por ordem da Justiça, quase sem aumento real.Será o oitavo ano em que os bancários terão aumento real.Inicialmente, os bancários pediam ganho real de 5%, índice que os bancos consideraram "impraticável".Se aprovado, o aumento vale a partir de setembro. O piso para os bancários que exercem função de caixa passa para R$ 1.900, no caso de jornadas de seis horas. Para a função de escriturário, o piso passa para R$ 1.400.O acordo prevê ainda aumento da PPR (Participação dos Lucros e Resultados) adicional de R$ 1.100 para R$ 1.400 e do teto da parcela adicional de R$ 2.400 para R$ 2.800."Foi um processo de negociação bastante longo, mas que finalmente levou a um acordo contruído na mesa de negociação", disse o diretor de Relações do Trabalho da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), Magnus Apostólico.

Texto: TONI SCIARRETTA (Folha Uol) – Foto: Élio Kohut (Radio Cidade 87,9)
Programa Cidade Noticias (12:00 as 13:00 hrs) – Radio Cidade FM (87,9) – http://www.radiocidade87fm.com.br/link.html  

Nenhum comentário:

Postar um comentário