quinta-feira, 20 de outubro de 2011

BRASIL. DIA-A-DIA NO PAN

“Mister Pan” leva ouro e dá folga ao Brasil no quadro geral de medalhas

Diferentemente do final da última terça-feira (19), quando o Brasil terminou o dia com a segunda colocação no quadro geral de medalhas ameaçada pelo México, nossa delegação teve motivos de sobra para sorrir nesta quarta. Com mais um show da nossa natação, em especial de Thiago Pereira, que levou uma medalha de ouro, e da vitória de Ana Luiza Ferrão na pistola de 25 m, o Brasil manteve a vice-liderança na tabela e abriu confortável folga em relação ao México. Ao todo, o país já acumula são 12 medalhas douradas, nove de prata, além de sete bronzes, enquanto o México, que não conquistou nenhum primeiro lugar no pódio neste quarto dia de competições, permanece com nove de ouro, sete prateadas e 31 bronzes.  

Joanna Maranhão bate na trave e termina em 4º nos 200 m borboleta

Principal nadadora brasileira, Joanna Maranhão nadou bem, lado a lado a propa inteira com as rivais, mas foi superada nos metros finais e acabou com a quarta colocação nos 200 m borboleta em Guadalajara com o tempo de 2m13s00. Na terceira colocação, a mexicana Rita Medrano, com a marca de 2min12s43, foi responsável por uma incrível arrancada nos 50 metros finais, chegando a ameaçar a segundo colocada, a americana Lyndsay de Paul, que cravou apenas 9 milésimos à frente. O ouro ficou com a também americana, Kimberly Vandenberg com a incrível marca de 2m10s54. A Rede Record transmite os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara com exclusividade para a televisão aberta, ao lado da Record News. O R7 tem transmissões ao vivo das competições e uma cobertura completa dos eventos.

Hugo Hoyama é eliminado por cubano e perde chance de 11º ouro

Minutos depois de ter seu recorde de 10 medalhas de ouro igualado pelo nadador Thiago Pereira, vencedor dos 200 m medley, Hugo Hoyama deu adeus aos Jogos Pan-Americanos nas oitavas de final do torneio masculino de simples. O veterano brasileiro, que está em seu sétimo Pan, perdeu para o cubano Andy Pereira por 4 sets a 2, parciais de 7-11, 11-9, 11-3, 11-8, 5-11 e 11-8, e não tem mais chances de conquistar o título. Esta foi a segunda derrota de Hoyama para o cubano na competição. Na disputa por equipes, em que o Brasil ganhou a medalha de ouro, o mesa-tenista de 42 anos havia perdido por 3 sets a 1 para o cubano, mas a derrota não interferiu na vitória brasileira, nas semifinais. O Brasil tem mais dois atletas no torneio de simples masculino, Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi, que também disputam nesta quarta os jogos pelas oitavas de final. Pela chave do torneio, os dois só se encontram na final.

Brasil vence República Dominicana e tem chance de se vingar de Cuba

A seleção brasileira feminina de vôlei confirmou seu favoritismo e, na noite desta quarta-feira (19), venceu a República Dominicana por 3 sets a 0, parciais de 25-19, 25-18 e 25-23. Assim, o time se classificou para a grande final dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, programada para esta quinta (20) às 23 horas (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Record.  Na briga pela medalha de ouro que não conquista desde Winnipeg 1999, o time de José Roberto Guimarães vai encontrar o mesmo rival para quem perdeu na decisão do Pan de 2007, realizado no Rio de Janeiro: Cuba, que mais cedo bateu o time B dos Estados Unidos por 3 a 1. 

 Brasil e Argentina empatam na estreia do futebol masculino do Pan

Brasil e Argentina empataram por 1 a 1 na estréia do futebol masculino nos JogosPan-Americanos, nesta quarta-feira (19). Henrique abriu o placar para os brasileiros, mas Araujo igualou o placar para os portenhos. Com o resultado, as duas seleções dividem a segunda colocação do Grupo B. A liderança está por conta da Costa Rica, que venceu Cuba por 1 a 0. Na próxima rodada, o Brasil pega os cubanos, e a Argentina enfrenta os costarriquenhos.  O primeiro tempo foi marcado pelos ataques das duas equipes, porém nenhuma das duas equipes conseguiu marcar. Na primeira etapa, os argentinos foram mais perigosos e os brasileiros abusaram do contra-ataque. Já a segunda etapa foi dominada pela equipe portenha que perdeu muitas chances de marcar. Como quem não faz, toma, o Brasil se aproveitou de uma jogada rápida e Henrique encheu o pé no canto de Astrada. Os argentinos não desistiram e chegaram ao empate com um gol de Araujo, que recebeu um lançamento e bateu cruzado para empatar a partida.

 

Texto: R 7 – Foto: R 7
Programa Intervalo no  Esporte (18:00 as 19:00 hrs) – Radio Cidade FM (87,9) – http://www.radiocidade87fm.com.br/link.html  

Nenhum comentário:

Postar um comentário